«

»

out 07

Imprimir Post

Não é que eles queiram o seu mal, eles só querem que você esteja tão mal quanto eles.

mulher-mascaraO título meio que falou tudo que eu queria falar neste texto, a partir daqui são palavras perfumarias e serão baseadas em exemplos. Vejam vocês, há pessoas que não tem a menor intenção em ser feliz, ao menos não fora do jeito delas. Vamos para exemplos absolutamente bobos para que você entenda isso no seu dia a dia.

Dia das crianças, fotos no Facebook.
É meio que uma tradição, a data se aproxima e as pessoas trocam as fotos do seu perfil para fotos de quando eram crianças, um saudosismo que não faz mal a ninguém, não tem nenhum tipo de prejuízo e nos faz lembrar dos velhos e bons tempos, mas claro, há sempre aquele que acha isso uma imbecilidade. Nada errado com isso, entenda que ele tem o direito de achar o que bem entender. De querer, pensar e até escrever o que bem entender, mas é realmente necessário afrontar as pessoas com essas opinião? É realmente não necessário dividir isso com pessoas que você quer bem e que tem esta pratica? E de novo, ela não está fazendo isso por mal, ela simplesmente quer que você pense e tenha a mesma opinião dela, é a literalidade da frase, não é nada pessoal.

Eu sou bom humilde e vocês não.
Essa é clássica, mostrar para todos como você é uma boa pessoa, como você sabe exatamente como ajudar a todos e ninguém mais no mundo te entende. Claro, isso não teria graça sem contar para todos o que você fez, como você e lembrá-lo sempre que possível que realmente fez alguma coisa boa para alguém. A mão esquerda pode até não saber o que a direita fez, mas o resto do corpo, ah… esse vai saber em detalhes quão incompreendido você é e quão ingratas são as outras pessoas com relação a você. Vamos lá, para ninguém esquecer, não é por mal, é simplesmente porque as pessoas são assim.

Fofoquinhas
Ah, como não amar? Saber coisas que os outros não queriam que vocês soubesse? Saber dos detalhes até ali escondidos, e claro, qual é a graça se você não repassar ainda mais para outras pessoas, quase que uma utilidade pública, saber passo a passo tudo o que se refere aos outros e contar aos demais, sempre adicionando comentários jocosos. E assim, gente, atenção, não é por mal, não é contra você, eles até gostam de você, mas é uma fofoca, como resistir?

Enfim, somos pontuais em fazer com os outros o que certamente não gostaríamos que fizessem conosco, evitamos ao máximo nos colocar no lugar dos outros para não sentirmos aquilo que nos faz tão mal e que não percebemos que pode fazer igualmente mal para os outros. Somos frágeis e imperfeitos e continuamos incorrigivelmente maus, muito maus. Até quando pensamos, ah, não é por mal, é simplesmente porque as coisas são assim.

Link permanente para este artigo: http://www.blogdoediney.com.br/nao-e-que-eles-queiram-o-seu-mal-eles-so-querem-que-voce-esteja-tao-mal-quanto-eles/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>