«

»

jul 15

Imprimir Post

Qual é o seu foco?!

Mais um tema controverso que tentarei abordar da maneira mais simples possível. Primeiro vamos estabelecer um conceito lógico para todos na questão “foco” é como se fosse um alvo, uma meta, e usando um exemplo pouco ortodoxo é como se você ajustasse seus olhos e sua mente apenas em um item especifico.

No diia a dia, na vida amorosa, e principalmente no trabalho das pessoas, algumas delas tem a péssima mania de focar a maior parte dos seus esforços no problema e não na solução dele, é como se algo fosse tão complicado, tão complicado que não vale a pena tentar resolver, junto disso vem as lamurias, o mau humor, a impaciência que acaba além de mobilizar toda a equipe para a explicação do problema e o consolo do “irritado” ao invés de focarem as atenções nas soluções.

Pesquisas apontam que quando um problema ocorre a solução deste é, em 99% das vezes simples, mas a surpresa do problema ou ainda a indisposição de procurar soluções “cegam” a pessoa e transforma algo menor em uma hecatombe de proporções mundiais. Mas vamos aos exemplos:

José precisa entregar um relatório às 10h, mas chegou em sua sala, ligou o computador e tudo estava muito lento, aí José lembrou-se de todas as vezes que o computador lhe faltara, daquela vez no ano de 1930 que o computador fez com que ele perdesse vários documentos, José lembra ainda como a equipe de TI é lenta para resolver seus problemas, pensa que terá que ligar e pedir que alguém venha ver a sua máquina. José começa a bater mais forte no teclado, soca a mesa algumas vezes, fecha a cara, as pessoas a sua volta sentem que o clima pesou, alguns ficam receosos em falar qualquer coisa com José, enquanto isso o horário da entrega do relatório já está quase estourado. José resolve que não adianta mais nada, que seu computador não vale nada, que a internet é lenta, que tudo na sua vida é assim. Por fim o prazo estoura, José liga para seu chefe e fica cinco minutos se justificando e exigindo a compra de outra máquina.

Você pode pensar, nossa isso aconteceu várias vezes comigo,pois é, comigo também! A minha atitude era focada no problema e não na solução, enquanto perdia meu tempo xingando todos os deuses do Olympo, poderia ter ligado para a TI, poderia ter pedido a ajuda de um colega, poderia ter reiniciado o computador, ou ainda ter ligado e pedido mais prazo, mas não!  As pessoas preferem perder a sua tranqüilidade e tirar a tranqüilidade da equipe com seus chiliques pessoais ao invés de tentar ter uma ação mais pró-ativa.

Lembre-se disso, você é parte da solução, então não pode fazer coro com o problema. Tente, busque alternativas, se dê o luxo do erro, mas o mais importante, não deixe que qualquer coisa mude sua personalidade. Afinal, nem você e nem ninguém gosta de conviver com pessoas que não sabem se controlar e tem acessos de estrelismo. Então, toda vez que um problema se apresentar, pergunte a si mesmo:

– Como vou fazer para resolvê-lo?!

Acredite em mim, sua vida vai mudar!

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/qual-e-o-seu-foco/

1 comentário

  1. McPhysto

    O importante é manter a calma e o bom humor enquanto se busca uma solução, torna tudo mais fácil… e como dizia minha avó: “A única coisa que não dá pra resolver é a morte, de resto dá-se um jeito pra tudo…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>