«

»

jun 17

Imprimir Post

O gigante adormecido vai acordar?

giganteComeçou ontem no Brasil uma semana que pode mudar o modo como agimos diante dos desmandos e da corrupção, ou pode se tornar apenas mais um movimento que cairá no ostracismo do esquecimento. O movimento me lembra um pouco o “Ocupe Wall Street”, lá as pessoas, maioria de jovens, como aqui, protestava contra os altos lucros, a corrupção e o desemprego. Chamou a atenção do mundo. Acamparam em Wall Street e lá ficaram até o movimento ser vencido pelo cansaço e pelo falta de participantes foi dissipado e acabou.

No Brasil depois de um grande período de ostracismo em que só fazíamos manifestações depois de tragédias como mortes e soterramentos a população parece realmente estar indignada e parece realmente procurar mudanças.

A pergunta é: as mudanças se mostrarão nas urnas no próximo ano ou continuaremos eleger os mesmos sempre?

Para algumas coisas sabemos que o Brasil não está acostumado. O Brasil não sabe enfrentar protestos, as pessoas se dividem entre os que aprovam ou os protestos e não o motivo dos protestos. A polícia militar de modo geral ainda enfrenta protestos como se estivéssemos em uma ditadura quando atos  de subversão poderia ser punido. E os próprios manifestantes também não estão muito acostumados ao protesto ao aparecerem no local com o rosto encoberto  e não querendo dividir o caminho para as caminhadas. Ainda há muita coisa a se vencer, principalmente a desinformação, o secretário geral da FIFA por exemplo, diz que o Brasil tem excesso de democracia, ainda não entendi sobre Brasil ele se referia, se for ao meu país não foi.

Algumas práticas permanecem desde os idos tempos da política.

A esquerda diz que os protestos são coisa da direita
A direita diz que são coisa da esquerda
E os protestantes se dizem apartidários.

A mídia continua culpada por não divulgar corretamente os fatos, a Globo continua a vilã favorita.

Outra coisa que deve-se deixar claro é, o que queremos? Pelo que protestamos? Diminuição da passagem? Sim é possível. Fim da corrupção? Sim, é possível mas só na hora do voto, ou se luta pela queda deste ou daquele governante. Saber o que se quer é importante para se saber como conseguir e como terminar. Vi também alguns vídeos comentários, viraram moda, em um deles uma moça bastante articulada no modo de falar, diz que a pessoa deve desligar a tv e vir para a internet porque lá o espaço é democrático. Chama as pessoas que acompanham os jogos de “trouxa” e afirma que alguns tipos de quebradeira são inevitáveis. Hoje, li em um comentário do página do Passe Livre em Curitiba que as pessoas deveriam se preparar para a Guerra. Eu achei que era protesto. São pequenos excessos que somados podem causar mais danos que benefícios, pode fazer com que a população se volte contra algo que nasceu dela própria, e então perca o sentido e apenas impulsione tudo aquilo que se luta contra.

Mas uma coisa mudou. Parece que o Brasil realmente quer se interessar por seus problemas e sair do círculo vicioso em que se encontra. Os protestos  são muito bem vindos para o Brasil. As pessoas devem mesmo, como enjoei de falar aqui, tem que sair as ruas e fazer valer as suas vontades, principalmente na hora do voto. Não, não é uma guerra, é apenas a voz do povo que deve ser respeitada sempre.

Vamos juntos, vamos caminhar, vamos gritar, vamos nos fazer ouvir, um dia a gente muda aqueles que querem nos moldar. Sejamos nós a mudança que buscamos nos protestos.

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/o-gigante-adormecido-vai-acordar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>