«

»

fev 08

Imprimir Post

Existe a hora certa para desistir?

good-luckAs pessoas normalmente dizem: é muito difícil perder, e isso é fato, ninguém gosta, mas o mais difícil mesmo é não jogar mais.Sim, pois na derrota tudo o que você tem a fazer (como se fosse fácil) é levantar, sacudir a poeira e tentar novamente. Mas e quando não há essa possibilidade? Quando o mundo te cercou de tantas maneiras que o correto é baixar bandeiras e declarar a derrota, desistir.

Não queridos, não é fácil. E assim como um feto que sente pavor ao sair da barriga de sua mãe, desistir causa uma gama de sentimentos absolutamente distintos de tudo que você já passou, mas a pergunta é: Por que desistir? Algumas vezes não há escolha e a desistência nada mais é que uma imposição da própria sobrevivência.

Antes de seguir aviso aos incautos, não estou escrevendo sobre a desistência maior, a vida. Nunca. A vida é um jogo de fases infinitas e com vidas infinitas, nada, absolutamente nada pode fazer com que você perca a chance de recomeçar e fazer de novo. Pode ser diferente, pode ser mais difícil e até mesmo pior, mas aí vai da sua capacidade de recuperação para entender o que pode e o que não pode ser feito. Nunca desista disso.

Voltando ao nosso devaneio… quando é hora de desistir de um amor? Quando é hora de desistir de um negócio, de uma amizade, de um projeto? Quando? A imposição do tempo é um grande condicionante, mas às vezes o seu óculos está tão sujo que a referência é perdida. Sim, é uma referência ao filme  A Teoria de Tudo.

Notice

Não assistiu? Assista!

No filme falamos disso o tempo todo. Um gênio descobre que tem dois anos de vida. Ele tem uma namorada que o ama, um doutorado a terminar e apenas dois anos de vida. O que fazer? Desistir? Sentar-se a frente da tv sentindo pena  de si mesmo? Pois foi exatamente essa a escolha que ele fez. Mas faltou combinar com a namorada que não desistiu, apesar de todos os avisos, de tudo o que viria ela seguiu em frente e o convenceu a fazer o mesmo, ele fez e tudo de bom acontece. Não anteciparei aqui os acontecimentos do filme que devem ter grande similaridade com a vida real do casal, mas nele há conjunto de momentos em que você pensa, por que eles ainda estão nessa. Por que não desistem?

Saber a diferença entre o certo e o errado, e o principal: ter fé, pode ser absolutamente tudo o que você precisa para seguir em frente em sua meta, não importa qual seja ela. Não importa se é algo importante como salvar um negócio do qual dependem muitas pessoas ou simplesmente acertar aquela cesta da linha dos 3 pontos, isso não faz diferença, negócios, vida, amor… a linha é a mesma.

Alguém falou certa vez, a maioria das pessoas desiste exatamente no momento anterior a conquista do que tanto almejam. Pensemos sobre isso todos os dias. Estabeleçamos marcos, e aqui me permitam citar uma parábola da bíblia, talvez uma das mais icônicas, a de Jó. Para quem não conhece o livro, ele é curto e vale a leitura, nele você ficará com raiva de Deus, do Diabo, do próprio Jó e depois destes sentimentos serem conflitantes você poderá chegar a uma única conclusão: não desista. Não importa o tamanho das dificuldades, não importa o tamanho das privações, não desista.

Por fim lembro a vocês que pequeno ou grande são proporções de grandeza que dependem única e exclusivamente dos olhos que enxergam. Faltar sabão para lavar a roupa é tão ou mais importante do que faltar tinta na impressora ou ainda uma ambulância para levar alguém ao hospital.

Important!

Tudo depende de como isso seria usado, por quem seria usado. Não há diferenças ao longe e de perto só quem passa por estes momentos é que pode opinar.

Todos temos sonhos não realizados, alguns de nós desistimos de realizá-los, fomos enforcados pela vida, pelos acontecimentos, outros simplesmente mudaram de sonhos, o importante é não desistir em tentar ser o melhor que você puder ser, fazer o melhor que você puder fazer e finalmente, ser quem você gostaria de apontar para o seu filho e dizer: este fui eu.

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/existe-a-hora-certa-para-desistir/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>