«

»

jun 23

Imprimir Post

Escrevendo por escrever sobre babacas

3945623816_657c9d70f7_zFazia tempo que não me permitia escrever, por escrever, sem preocupar com quem vai ler, se tem acento, se tem pontuação, apenas no dedilhar dos dedos no teclado soltando ideias desconexas de uma mente. Este texto, como tantos outros que você pode encontrar aqui, tem isso.

Pensei em escrever sobre babacas, pensei em escrever como o ser humano está cada vez mais escroto e cada vez mais pensando nele mesmo. Culpando outros por culpas que lhes cabe, até já escrevi. Mas não sei ao certo como colocar tais palavras sem apontar dedos, e todo apontar de dedos tem um quê de arrogância, quero fugir da arrogância. Neste momento quero fugir do mundo, calma, nenhum pensamento suicida me circula, nada disso, apenas uma pause, o controle do filme Click.

Ok, o que há de especial nisso? Nada. Essa é a graça, escrever por escrever, sem compromisso, sem estar nem aí. Simples assim. Queria poder dizer que o mundo melhora, afinal tanto as teorias de evolução de Darwin, como as cristãs e até mesmo as espiritas acreditam na evolução. Mas por que seguimos lutando como selvagens para nos manter próximos das vítimas, do pedaço de carne? Quando vamos começar a pensar em viver? Em sermos melhores do que somos, do que fomos?

Não, não é justo você ser melhor que outros sacaneando os outros. Não, você não precisa ser um imbecil para se colocar, para mostrar “quem você é”. Também é verdade que a mentira é apenas um artificio dos fracos, uma muleta prestes a se quebrar dos incompetentes. Desculpas, como eu odeio as desculpas.

Fiz isso por isso, fiz aquilo por que isso, eu te avisei que ia dar errado, não sei fazer. Odeio as desculpas. Não lembro das vezes que achei uma desculpa válida. Uma pausa, não pensem que estou me colocando em um pedestal, já aprontei as minhas, já fui babaca, já dei muita desculpa na vida. Mas o fato de estar escrevendo isso mostra que ao menos um pouquinho eu evoluí.

Outro dia escrevi um texto aqui falando sobre como a competência já não te leva em lugar algum. Muitos não entenderam, serei mais explícito: por causa de babacas que te sacaneiam com uma periodicidade gigantesca. É por isso. Sempre tem um para te dar uma carteirada, para dizer como isso, como aquilo, e como a culpa é do outro e não dele.

Também é igualmente válido falar que tanto faz quem, como, onde ou quando, ele estará no seu caminho, Por fim, é bom salientar que as dicas de dicas sobre dicas falando de dicas de outros sobre como ser melhor, pior ou igual interfere diretamente no modo como você sente uma situação. Eu sei, você sabe, todos sabemos o que devemos ou não fazer, mas já que a questão aqui é dica, a minha é: siga seu coração. O modo como o seu travesseiro vai receber o peso da consciência à noite deve ser o balizador principal das suas decisões.

Garanta que o sono dos justos seja o teu guia, em tua hora de decisão maior. E não, este texto não é direcionado, como escrevi acima são apenas dedilhados de uma mente que ao final do último toque de satisfação, tal qual um vômito depois da angústia do enjoo.

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/escrevendo-por-escrever-sobre-babacas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>