«

»

set 20

Imprimir Post

Como perder um cliente em duas horas

Atender bem, o que devia ser um dever de todo lojista aos poucos passa a ser um direito do cidadão e isso faz toda a diferença.  Na última sexta-feira senti nos extremos o que é ser mal atendido em uma loja. Com o advento do Iphone 4, a loja Tim do ParkShopping Barigüi estava completamente lotada, e quando eu entrei naquela loja, tendo no colo a minha filha de um ano e meio sabia que demoraria para ser atendido, mas não esperava os fatos que se sucederam, e eles são uma lição para quem quer atender bem:

1 – Falta de gerenciamento: Com o caos instalado na loja, o gerente, um cidadão totalmente omisso, via seus funcionários fazer o que bem queriam, sem questionar, sem orientar. E aqui a lição que o filme Formiguinhas trás de graça: “tudo é culpa do gestor”

2 – Falta de critério: Quando cheguei fui informado que não tinha direito a fila preferencial porque a minha filha já “era grande”. Ok, regra é regra, mas… e sempre nas empresas desorganizadas tem o “mas”, depois disso chegaram pais e mães com os mais diversos tamanhos que pelo critério adotado pelo funcionário de cabelo encaracolado (que por razões jurídicas não citarei o nome) ganhavam o direito. Por azar dele, uma senhora com uma criança maior que a minha também não ganhou e esta, após 1h20 de espera “rodou a baiana” e o rapaz, sob o olhar de total “tô nem aí de seu gerente” disse: “Se você tivesse pedido antes, eu teria dado antes”

3 – Pausa: Sim, é um direito de todo o trabalhador, mas uma horinha extra não seria necessária? Se era para sair ou não, pouco importava, as pessoas simplesmente saiam, abandonavam os seus postos de trabalho e iam para o seu merecido descanso.

4 – Senhas: A divisão da loja era assim: Senha para vendas, senha preferêncial e outro tipo que nem sei ao certo, ok, a loja quer dividir assim, divida, o problema é que não se explicava nada a ninguém, eram coisas misturadas então você ouvia a senha “149” e na sequência ouvia “4”, assim, sem ninguém te dizer nada.

Depois de 2 horas e 12 minutos de espera, desisti. Procurei o gerente e disse calmamente que eu esperava que ele tomasse uma providência, que aquilo não poderia ficar daquele jeito, enquanto eu falava ele devia estar pensando: “nossa, mais um idiota que espera duas horas e vai embora” – terminei de falar e ele continuou fazendo o que fez durante todo o tempo que estive lá, nada!

As grandes empresas deviam prestar mais atenção no modo com que tratam seus clientes, a única coisa que eu queria era um segundo chip que no dia seguinte, de posse de uma senha preferencial, depois de 30 minutos de espera foi resolvido em cinco minutos.

Minha mãe dizia que todas as vezes que ia visita lá em casa ela oferecia o que tínhamos de melhor que era para ninguém sair falando, pois bem, da TIM eu estou falando.

Cheguei 19h29 e saí às 21h29 sem ser atendido

Em tempo

Minutos depois de sair da loja liguei para a TIM e abri uma reclamação contra a loja, o protocolo 2010150118258 foi aberto e no domingo recebi uma mensagem dizendo que foi finalizado. Até agora não recebi um mísero pedido de desculpas, no momento, recarrego minhas energias para portar o meu número, uma nova batalha que espero ser bem menos árdua.

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/como-perder-um-cliente-em-duas-horas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>