«

»

maio 25

Imprimir Post

As 5 lições que o filme (ou a vida) de Tim Maia nos ensina

globo__Tim Maia em Era dos Halley 1985 Geraldo Modesto TV Globo__gallefullNeste final de semana tive a oportunidade de assistir o filme que se propõe a contar a vida de uma das maiores vozes da música brasileira. Muitos dos elementos presentes no filme serve para o dia a dia de cada um de nós e também para o dia das empresas. Separei 5 exemplos de situações que nos levam a reflexão e nos ensinam que tipo de decisão tomar em cada uma das situações.

1 – Vou começar pela lição mais importante: mantenha-se focado em seus objetivos.
Durante todo o filme, Tim, ou Tião, foi variando bastante, trocando isso por aquilo, sem muita clareza de como chegar lá, e nem ao mesmo o que é este “lá”. Se o seu objetivo é tornar-se cantor, não roube carros no caminho. Se o seu objetivo é tornar-se um executivo de sucesso, foque nisto e não deixe os atalhos da vida pegarem você.

2 – As amizades ou o networking podem te dar o empurrãozinho necessário.
Apesar do que nos foi apresentado pela grande mídia, foi sim o networking que acabou “salvando” a pele do Tim. Sozinho, sem grana e sem rumo, Tim focou no objetivo de encontrar quem poderia ajudá-lo, focou no rei. No caminho, encontrou outros contatos que lhe colocaram no caminho certo para depois conseguir a chance de ter a sua música gravada pelo maior cantor do país e a partir daí ter a sua chance. Portanto, faça networking, mantenha os contatos por perto, eles podem te dar a chance que tanto procura.

3 – Trate bem os seu colaboradores. Simples assim.
Os projetos que temos só serão bem executados se contarmos com uma equipe eficiente e entusiasmada. Momentos de genialidade podem até nos levar ao topo, mas somente uma equipe coesa pode nos manter lá. A equipe lhe trará novas ideias, fará com que você veja erros que pode estar cometendo e vai te alertar para o seu melhor e para o seu pior. Fique atento a isso. Seja gentil com seus colaboradores, lembre-se: a equipe representa a face dos gestores.

4 – Cuidado com as pessoas que o cercam no sucesso.
Sim, esta é uma das dicas mais difíceis de se atentar, afinal, quem resiste a um sorriso charmoso, a um café despretensioso, a um convite inesperado? Mas as pessoas que o cercam devem contar com sua total confiança. São pessoas que não importa a situação que você se encontre, elas estarão lá ao seu lado. Diz um velho ditado que se você quiser conhecer uma pessoa verdadeiramente dê poder a ela, verdade. Mas se você quer conhecer verdadeiramente as pessoas que o cercam, tire poder de você mesmo. Muitos entram em nosso caminho pelas vantagens que elas terão estando ao nosso lado. Jamais se renda a um sorriso fácil que pode vir de uma boca mentirosa.

5 – Seja fiel ao seu objetivo que envolve pessoas e empresas.
Ok, este talvez o mais polêmico dos 5 ítens, mas vamos lá. Ok, podemos mudar de ideia no meio do caminho, podemos trocar objetivos e até mesmo nossas convicções, mas só podemos fazer isso quando o mesmo não envolve terceiros. Quando montamos uma empresa, um grupo de amigos, adoradores do amarelo, ou seja lá o que for, não podemos simplesmente obrigarmos as pessoas a seguirem nossas novas convicções sem ouvir os demais, sem levar a decisão a um conselho.Não. As pessoas te seguiram, te acompanharam pelo que você representava até então e não pelo seu novo “eu”. Ok, o seu novo “eu” pode até ser melhor, mas sim, tem que ser discutido.

O filme e o livro contam a história de um dos maiores e mais controversos ídolos da música brasileira de todos os tempos, seus sucessos e fracassos, dele podemos tirar ao menos mais umas 20 lições para o nosso dia a dia, para nossos negócios, para nossas amizades, recomendo a leitura e depois o filme, lições para uma vida.

Link permanente para este artigo: https://www.blogdoediney.com.br/as-5-licoes-que-o-filme-ou-a-vida-de-tim-maia-nos-ensina/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>