Ainda somos Colônia…

Algumas vezes o jornalismo, ou melhor, o modo como ele é feito nos decepciona, e foi um sentimento desses que me flagrei sentindo no último domingo, quando assisti ao enlatado que o Domingo Espetacular, genérico da Record para o Fantástico exibiu, inclusive, o produto era tão enlatado que tiveram inclusive que mostrar imagens do próprio Fantástico com o Zeca Camargo e com a Patricia Poeta entrevistando a vó do garoto. A propósito, o enlatado era sobre o caso Sean, aquele que o pai buscava na justiça a guarda do filho.

Não estou criticando o fato do documentário ser extremamente parcial a favor do pai, não estou questionando o fato da Record ter se resumido a exibi-lo, não estou falando sobre ao contrário do que diz o bom jornalismo “ouvir o outro lado”, mas sim o fato de novamente termos mostrado quão provincianos somos. Apelamos para materiais prontos e engolimos a versão americana como a correta.

Essa não é a primeira vez que isso acontece, temos dois exemplos recentes na aviação, o piloto que nos mostrou o dedo do meio quando o Brasil colocou em prática a reciprocidade de identificação nos aeroportos. E o terrível caso do voo da Gol, que foi literalmente tirado do ar por dois pilotos irresponsáveis, que irresponsavelmente desligaram um aparelho obrigatório, e foram tratados como heróis no país mãe.

Somos apenas um pequeno condado da América do Norte, em muitas áreas ainda não conseguimos nossa independência, apenas mudamos nossa sede. No caso do jornalismo a situação ainda tende a piorar com a queda da obrigatoriedade do diploma. Quem viver…verá.

#lutopelohaiti

1 thought on “Ainda somos Colônia…

  1. Se eu conseguir desatar os nós da minha camisa de força, vou com os braços livres, senão vou vestido a carater! Tô com ansiedade dupla agora! Pelo SuperShow e pelo meu filhote que está para chegar!!!
    Sabadão, meu querido!!! Let’s vamos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *