«

»

abr 04

Imprimir Post

Quando você vai deixar de se sabotar?

imagesUma das coisas que sempre me perguntei foi: por que as pessoas se sabotam? Você não sabia? O principal inimigo da maioria das pessoas é ela própria. Criando dificuldades que não precisavam criar, descobrindo problemas que não existiam, as pessoas se sabotam cada dia e cada vez mais. Quer uma prova? Faça com você mesmo, nem precisa procurar o vizinho. Some o tempo que você passa reclamando que algo não deu certo para você com o tempo que você passa agradecido pelo que deu. A diferença é simplesmente massacrante.

Tento viver cada dia com o seguinte lema: se preocupe em se concentrar mais na solução do que no problema. Simples, o seu direcionamento mental irá te levar a focar suas ações em soluções e não no problema. É importante saber os motivos do problema? Claro que é. Mas, mais importante é resolve-lo de maneira rápida. Pensar em tamanho de problema por si só já constitui um erro. Problema tem o tamanho que você der para ele. Entendendo, por exemplo, que tudo na vida vai de zero a dez, um problema se tiver tamanho cinco na sua mente, você certamente será tamanho quatro,ou seja, ele é maior que você.

Se me permite um humilde conselho… dê ao problema o tamanho que ele merece, zero. Não sabote a sua vida. E sim, falo de todos os problemas do mundo, de qualquer problema que você consiga imaginar. Seja maior que ele. Tenha uma mente positiva, direcionada para o bem, e adivinha… coisas boas simplesmente começaram a acontecer. O universo faz questão de te dar tudo aquilo que você busca. Se buscar ser pequeno, pequeno será.

Tenho um caro amigo, me reservarei o direito de preservar o seu nome mas é leitor deste blog e logo se reconhecerá. Acompanhar a vida dele nas redes sociais é como encontrar o pior do ser humano, não, não é ele. Ele é uma pessoa maravilhosa, mas as pessoas e situações que o cercam. Coisas ruins estão acontecendo em volta dele a todo instante. Por quê? Simplesmente porque ele dá a estas coisas uma alta nota no seu dia. Falo disso com propriedade porque em grande parte da minha vida fui assim. Deixava pequenas coisas estragarem minha experiência diária. Um dia, após um telefonema, mudei. Simples assim. Percebi que não adianta. A sua postura frente ao mundo só afeta você, ou melhor, se você irradiar alegria com certeza contaminará as pessoas a sua volta.

Deixe de sabotar a si mesmo. Arregace as mangas e entenda que só depende de você. Qualquer coisa, só depende da sua postura. Encontro pessoas que reclamam que não ganham bem, que suas vidas estão emperradas economicamente… mas… e sempre tem o “mas”… Deus me livre fazer uma hora extra. Trabalhar finais de semana? Nem pensar. Ser pró-ativo e fazer algo que não está relacionado ao seu trabalho? Nem que o mundo acabe. Deixar o futebol? Chegar mais cedo? Sair mais tarde? Ter um segundo trabalho? Não! Não! Não.

E aqui não estou fazendo apologia ao trabalho sem limites, não é isso. Estou afirmando que só depende de você, da sua dedicação, da sua programação mental. A cada dia garanto a você que encontrará dezenas de desculpas para não fazer o que não gosta, e todas válidas. Sei disso porque faço diariamente com relação aos exercícios físicos. Mas entenda, só depende de você, sempre.

Então, convido você a abandonar a condição de vítima. Eu sei que ela é cômoda. Sei que tá tão gostoso ali, afinal, sua vida nem é tão ruim… o mundo não está contra você. O único oponente que você tem é você e aqueles que você elege como tal, no final, você verá, é a tua postura frente aquilo que você chama de problema. Lembre-se, foque na solução!

Link permanente para este artigo: http://www.blogdoediney.com.br/quando-voce-vai-deixar-de-se-sabotar/

1 comentário

  1. MARILISE MARIA BENATO STIVAL

    Nosso inconsciente é uma garrafa num oceano em maremoto(Nietzsche); Somos partes do mundo e encontramos outras partes do mundo e interagimos,não adiante fugir, sempre encontraremos um mundo que nos alegrará e outro que nos entristecerá…(Spinosa); Cabe a nós fazermos nossa propria realidade, o mundo está posto tal e qual, só depende de nós dar a devida importância ao que nos “afeta”…tudo é filosófico e discutível…Devemos viver epicuristicamente(eudaimonicamente), mas para isso temos que nos conhecer…conhece-te a ti mesmo(sócrates)tstststststst é assim que eu penso….ou melhor….que eu não penso..Valeu pelo texto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>