O Dia Depois de Amanhã

Hoje 29.
Amanhã, 30.
Depois de amanhã, 31.

O tango final.
A última dança do calendário gregoriano ocidental.

O que muda na prática?
Pouco? Muito? Muito pouco? Nada?

Muda, sim, afirmo.
Empacotar esperanças, dores, medos, perspectivas e desejos em uma mudança de ponteiro é genial.
Não podemos determinar o quanto é revigorante para o ser o humano médio ter, ao menos em tese, um momento seu. Um momento de basta. Um momento de recomeço.

Tudo que você não fez, relutou, tentou, protelou, e não funcionou.
Do nada, do absoluto nada, uma nova chance de recomeço.

Então você pediu e não recebeu.
Não há mais tempo.
Não há mais tempo esse ano, porque no próximo haverá outras 365 oportunidades.

Tudo isso com um simples passar de ponteiros.

Dieta.
Perdão.
Exercício.
Curso.
Emprego.
Casamento.
Casa Própria.

A lista é imensa.
Mas, é preciso algo.
Algo que independe da época do ano.

O primeiro passo.
A imponderável coragem de dar o primeiro passo.

Não perca mais tempo.
Arrisque.

E sabe o que mais?
Se der errado.
Adivinha.

Logo o ponteiro passa novamente e você terá outra chance.
E outra.
E outra…

______________________

Espaço Publicitário:
Compra, venda do imóvel dos sonhos em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Paraná?
Conheça a Villae Imóveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *